O Céu é Melhor

Filipenses 1:19-26

“19 Pois estou certo de que o que se passou comigo resultará em libertação para mim, graças às vossas súplicas e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo. 20 Aguardo com ansiedade e grande esperança, que em nada serei decepcionado; pelo contrário, com toda a intrepidez, tanto agora como em todos os dias, Cristo será engrandecido no meu corpo, seja durante a vida, ou mesmo na hora da morte. 21 Porque para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro! 22 Caso continue vivendo no corpo, certamente apreciarei o fruto do meu labor. Mas já não sei o que escolher. 23 Sinto-me conclamado pelos dois lados: desejo partir e estar com Cristo, o que é infinitamente melhor; 24 mas, entendo que, por vossa causa, é mais necessário que eu permaneça no corpo. 25 Portanto, imbuído dessa confiança, creio que vou permanecer e continuar com todos vós, para o vosso progresso e alegria na fé, 26 a fim de que, pela minha presença, uma vez mais a vosso louvor e glória em Cristo Jesus transborde por minha causa. A unidade dos crentes em Cristo”

 

Introdução

Quando lemos um texto como esse, imediatamente pensamos, que existe algo de muito errado com a cultura cristã moderna, pois hoje em dia pouco se fala e pouco se deseja o Céu.

Vemos nesse texto Paulo dizendo que preferiria partir e estar com Cristo, porque isso seria infinitamente melhor, e a pergunta que fica é: Se é tão melhor, pra que viver na terra então?

Nossos olhos carnais não conseguem visualizar o tesouro eterno, por isso precisamos abrir nossa visão espiritual para assim podermos mensurar o verdadeiro valor de todas as coisas.

 

Temos o Céu no Coração (Ec 3:11; Sl 87)

Todas as pessoas são de alguma forma atraídas para a morada Eterna. Existe algo em nós que nos leva a buscar uma realidade espiritual que não conhecemos intelectualmente, e isso é confirmado na Palavra de Deus, que nos diz em Eclesiastes 3:11, que Deus pôs a Eternidade no coração do homem, ou seja, existe dentro de nós uma centelha que nos leva a saber de forma subconsciente, que não tivemos origem naquilo que se vê, mas naquilo que não se vê, o espiritual é a matéria-prima do material, por isso as pessoas têm uma busca incompreensível por aquilo que é espiritual.

O plano do inimigo em nossas vidas é o de roubar e embotar essa atração natural que temos, e ele faz isso encharcando as pessoas de coisas materiais, como se essas coisas fossem durar para sempre, ou pudessem lhes dar algum benefício fora do contexto temporal.

Além de tudo isso, de toda essa inclinação que o Senhor deixou gravada no DNA humano, quando nós nos entregamos a Jesus como nosso único Deus, Senhor e Salvador, essa atração pela eternidade é multiplicada em muitas vezes, porque a Palavra de Deus nos ensina que recebemos a partir dessa entrega o Novo Nascimento, e então como diz o Salmo 87, somos registrados em Sião, que representa o Céu. Nosso novo espírito vem de lá, e é por isso que temos saudades do Céu, porque viemos de lá, nossa nova natureza tem ali a sua origem e seu destino.

 

Incomparavelmente Melhor

Será que temos realmente o sentimento, de que aquilo que nos espera é infinitamente melhor do que os nossos melhores sonhos aqui da terra? Ou será que falamos apenas como papagaios sobre esse desejo de um dia estar no Céu, só porque sabemos que ninguém vive para sempre aqui, e que portanto, já que não poderemos mais estar no lugar em que preferimos estar (a terra), que então possamos ir para um lugar o melhor possível? O nosso desejo de ir pro Céu se resume a isso?

Se entendermos o que realmente significa a eternidade com Cristo, desejaríamos que ela chegasse o mais rápido possível, jamais teríamos medo da morte, e clamaríamos a cada dia para que Jesus voltasse logo.

Não se trata de nenhum comportamento depressivo, e nem de um desejo de morrer, mas sim de desfrutar de algo incomparavel e infinitamente melhor. Quem em sã consciência não deseja receber o mais rápido possível algo que é infinitamente superior ao que tem? Devemos nos perguntar se temos realmente essa dimensão, se realmente entendemos que viver eternamente com Cristo é de fato infinitamente melhor, ou se ainda pensamos, mesmo inconscientemente que é apenas a opção menos ruim para uma vida desconhecida, para um inevitável destino eterno reservado para todas as pessoas. Se pudéssemos escolher entre ir logo para o Céu ou viver eternamente na terra, o que escolheríamos?

 

Pra Que Ficar Então?

Vimos então que precisamos desejar o Céu mais do que todas as coisas aqui da terra, mas se é assim, qual a razão de permanecermos então?

O Apóstolo Paulo nos ensina no nosso texto de hoje, que se vivemos na carne, o único propósito deve ser de gerar frutos para a eternidade, levar outras vidas a conhecer a Cristo e andar com Ele. Dessa maneira e só dessa maneira, nossa vida valerá a pena, só assim quando chegarmos lá veremos o sorriso do nosso Mestre e teremos a sua plena aprovação.

É preciso começarmos a rever nossa vida e nossos conceitos, rever aquilo que realmente é importante para nós e adequarmos tudo o que fazemos àquilo que o Senhor espera que façamos. Pararmos de tentar encontrar brechas em nossas vidas para encaixar as coisas de Deus, e colocarmos de fato a Ele no centro de nossas vidas, e só então encaixarmos as outras coisas que precisamos fazer, adaptando-as ao essencial, ao Reino de Deus.

Por que evangelizamos tão pouco ainda? Na eternidade só vai importar as pessoas que conseguimos alcançar com o Amor de Cristo, logo deveríamos fazer isso todos os dias, como sendo a coisa mais importante dos nossos dias.

Paulo nos ensinou que devemos escolher ficar para ganhar vidas pra Jesus e discipular essas vidas, para ele essa era a única razão de permanecer nessa vida tão inferior à futura. E para nós, essa é também a razão de permanecermos aqui?

 

Faça Valer a Pena (II Tm 4:1-8)

Essa vida só vale a pena ser vivida se for vivida para Ele. Quando estava prestes a partir, Paulo, em sua última carta, no último capítulo que escreveu em sua vida, ensina a Timóteo a viver como ele viveu. Ele está dizendo a Timóteo, que deve pregar às pessoas em todo momento, aconselhar, repreender e encorajar as pessoas todo o tempo, defender as pessoas de falsas doutrinas o tempo todo.

Paulo ensina seu filho a viver para Cristo e para as pessoas, pois assim como chegara o tempo de sua partida, e ele que havia vivido assim, receberia uma coroa de justiça, da mesma forma, Timóteo também seria honrado na vida eterna se vivesse da mesma maneira.

Acredite meu amado O Céu é Melhor, muito melhor do que a terra. Durante muito tempo os cristãos pararam de falar do Céu, porque resumiram seu cristianismo a uma vida terrena, e a uma busca por bênçãos nessa vida. Mas hoje o Senhor nos chama a entender o que de fato Ele tem para nós, sim Ele deseja nos dar boas coisas nesta vida, mas nada do que possamos sonhar aqui pode se comparar com a Glória que há de vir.

Pr. Jasinho

 

<< Mensagens Anteriores