Quereis Vós Também Retirar-vos

João 6:60-61; 66-69

“60 Muitos dos seus discípulos, tendo ouvido tais palavras, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir? 61 Mas Jesus, sabendo por si mesmo que eles murmuravam a respeito de suas palavras, interpelou-os: Isto vos escandaliza? 66 À vista disso, muitos dos seus discípulos o abandonaram e já não andavam com ele. 67 Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos? 68 Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; 69 e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus.”

 

Introdução

          O que você espera do Evangelho? O que você espera da sua vida cristã? Muitos têm abandonado a Cristo até hoje porque a diferença entre a expectativa deles sobre Cristo e a realidade do Evangelho é muito grande.

          As Palavras de Cristo continuam sendo duras, confrontadoras e desafiadoras, mas continuam sendo as únicas que trazem Vida Eterna.

          Tudo que vivemos nessa vida terá reflexo na Eternidade, todas as nossas escolhas e decisões, por isso devemos trocar de lentes hoje e ver as coisas pela perspectiva eterna e assim compreendermos, que aquilo que nos confronta nos aproximará do propósito eterno de Deus.

 

Dura é Essa Palavra

          Nesse texto de João capítulo 6 vemos uma triste realidade que se reproduz ao longo dos séculos, e que vemos muito forte ainda em nossos dias.

          Esse texto começa com a multiplicação dos pães e peixes, e sempre onde bênçãos e milagres acontecem as multidões se reúnem. Muita gente queria ouvir uma palavra de esperança e receber aquilo que só Jesus podia lhes oferecer. Então eles foram atrás dEle e no dia seguinte, como a fome por bençãos é insaciável, estavam já na outra margem do mar da Galiléia para buscar mais do que Jesus pudesse lhes oferecer.

          Nesse segundo momento porém, Jesus resolveu mudar o seu discurso, e ao invés de algo comum e leve, Ele apresentou a sua divindade a eles, e então, muitos que conheciam José e Maria duvidaram dEle, mas continuou confrontando lhes dizendo que eles estavam ali só porque havia multiplicado pães e peixes, ou seja, porque queriam receber benefícios dEle, mas Jesus começou a selecionar entre seguidores e discípulos, os confrontando a decidir se queriam um compromisso verdadeiro e profundo com Ele ou não, isso significa o comer da sua carne e beber do seu Sangue.

          Mas quando chega nesse ponto da sua mensagem, aqueles que se diziam discípulos declararam que sua Palavra tinha sido muito dura e o abandonaram.

          Nós já passamos por muitas fases em nosso ministério, e muitas vezes em que muitas coisas sobrenaturais aconteciam, muitos se chegaram e vimos momentos de muito crescimento, mas assim como Jesus fez, também começamos a ter momentos em que o confronto e o chamado ao compromisso chegou e nessa hora ouvimos inúmeras vezes: Duro é esse discurso, quem o pode suportar? E assim muitos acabam indo embora, simplesmente porque não querem se expor às mudanças necessárias.

          Hoje precisamos escolher se acharemos as Palavras de Cristo duras, ou necessárias para nós.

 

Quereis Vós Também Retirar-vos?

          Depois que todos se foram, ainda permaneceram ali os 12 de Jesus, mas Jesus via neles que havia um olhar estranho, assustados com aquele abandono em massa, e fez com que eles escolhessem se queriam ser como os outros, ou se seriam completamente diferentes. Por isso lhes perguntou: Quereis vós também retirar-vos?

          Vemos muito disso em nossos dias também. Em momentos em que muita gente toma um tipo de decisão errada, percebemos que satanás incentiva o movimento “manada”, e como gado as pessoas começam a ir na mesma direção das outras e tendem a achar que algo é correto, só porque várias pessoas pensam assim e fazem tal coisa. Se fôssemos por essa lógica, Jesus seria o errado do episódio de João 6.

          No ano passado tivemos todos os nossos princípios e valores questionados e desrespeitados por muitos, mas isso não os tornou menos importantes e corretos. Só continuamos a ouvir a mesma pergunta desafiadora de Jesus: Quereis Vós Também Retirar-vos?

          Com essa pergunta Ele deixa claro que não pretende abaixar o padrão, mas que aqueles que desejarem andar com Ele subam até o padrão dEle.

          Hoje é um dia de decisões, o Senhor deseja que suas palavras sejam doces pra você e não duras, para isso você só precisa estar disposto a caminhar nesses princípios e valores e caminhar com seus pastores e líderes, defender o que eles defendem mesmo que outros os abandonem.

 

Para Quem Iremos?

          Quando Jesus fez essa pergunta desafiadora para os seus doze, eles representados por Pedro entenderam e responderam que não havia outro para quem eles pudessem ir, não havia outro como Jesus e que não poderiam negar tudo o que viveram, e nem fingir que não sabiam tudo que aprenderam

          Da mesma maneira, o Senhor te plantou nesse lugar meu amado, será que você pode fingir que não sabe tudo que você já aprendeu e negar tudo o que já viveu?

          Alguém pode até insistir no erro, mas nunca poderá deixar de ser acusado por sua própria consciência, não até que ela seja cauterizada.

          Lembre-se que não foi o pastor que prega no YouTube que orou por você, não foi ele que te deu a mão quando você estava mal, nem foi ele que chorou com você quando você estava em aflição. Então porque damos tanto crédito a eles quando queremos fazer algo que sabemos que é errado? Porque muitas vezes queremos pessoas que digam que podemos fazer aquilo que a nossa enganosa alma quer fazer, e não que nos digam a verdade da Palavra de Deus.

 

Tu Me Amas? (João 21:15-17)

          Muitos tem criado um Evangelho segundo seus próprios desejos, e querem muitas vezes homenagear Jesus de uma maneira descolada, e acabam trazendo o paganismo e o mundanismo para dentro da Igreja.

          Mas Jesus deixou bem claro para Pedro a maneira como Ele quer ser homenageado e honrado. Se o amamos, cuidaremos do seu rebanho, se o desejamos, viveremos e morremos por Ele.

          Como Paulo disse a Timóteo, paremos de buscar mestres segundo os nossos próprios desejos, e cuidemos mais da sã doutrina, pois é ela que nos guardará de prepararmos a falsa igreja de Laodiceia e nos levará a formas a Santa Igreja de Filadélfia, que preparará a volta do Cordeiro.

Pr. Jasinho

 

<< Mensagens Anteriores