Começar de Novo

João 21:4-7

“4 Entretanto, ao clarear da manhã, estava Jesus na praia; mas os discípulos não perceberam que era Ele. 5 E Jesus lhes perguntou: “Moços! tendes aí alguma coisa para comer?” E eles lhe responderam: “Não!6 Então Jesus orientou-os: “Lançai a rede do lado direito do barco e encontrareis.” Assim eles o fizeram, e logo não conseguiam recolher a rede, por causa da abundância de peixes. 7 Diante disso, o discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!” Assim que Simão Pedro ouviu que era o Senhor, vestiu sua túnica, pois a havia tirado, e lançou-se ao mar.”

 

Introdução

          Estamos iniciando um mês muito especial para a nossa Rede de Jovens e para toda a igreja em geral. Quando o Senhor trouxe a mim esse tema e a Palavra Rhema de Hebreus 10:9, que nos traz a promessa de que o Senhor está removendo o primeiro para estabelecer o segundo, logo compreendi, que para construir algo novo é preciso demolir o antigo, e então fez muito sentido para mim tudo o que temos vivido em todos os níveis.

          Esse mês ficará marcado em nossa história para sempre, veremos muitos milagres, veremos o Senhor remover coisas para estabelecer outras também, mas principalmente veremos um novo começo em todas as áreas da nossa vida e em especial na vida da nossa amada Igreja.

          Hoje vamos abrir esse mês especial falando de um tremendo homem de Deus, que quase fracassou em seu propósito e em seu chamado, mas que teve uma segunda oportunidade e se agarrou a ela. Esse homem é Pedro, e assim como ele teve a oportunidade de Começar de Novo, hoje teremos essa mesma chance.

 

O Ministério de Pedro

          Pedro foi um discípulo muito especial de Jesus. Assim que chamado por Ele à beira mar, imediatamente largou suas redes e seguiu a Jesus. Caminhou com Cristo por três anos e meio e com Ele viveu coisas extraordinárias. Viu cegos enxergarem, paralíticos andarem, pães e peixes se multiplicarem e a esperança ardia em seu coração, principalmente quando teve a revelação de que Jesus era o Cristo, o Filho do Deus Vivo.

          Mas um dia então Jesus achou que era o momento de dar mais um passo na preparação dos seus discípulos e os enviou à sua frente e sem Jesus presente, Pedro e os demais realizaram sinais, prodígios e maravilhas, assim ele começou seu ministério, certo de que Jesus era o Messias e pronto para viver coisas mais tremendas ao lado dEle. Mas Pedro tinha uma expectativa de que Jesus fosse libertar Israel politicamente e que Jesus venceria sem passar pela morte.

          Muitas vezes nós passamos pela mesma coisa, já vivemos muitas coisas com Deus, tivemos experiências tremendas, e o Senhor já nos usou várias vezes, mas ainda tínhamos expectativas incorretas, queríamos pular a etapa do sofrimento, que é a etapa da nossa formação, e ainda que tenhamos exercido um ministério inicial, essa expectativa incorreta nos leva a desanimarmos.

 

Seu Fracasso (Lc 22:60-62)

          Quando finalmente chegou o momento do nosso Amado mestre ir para a Cruz, e enquanto Pedro o seguia de longe foi reconhecido como discípulo de Jesus. Jesus já o tinha avisado de que ele o negaria, mas Pedro em sua autoconfiança afirmou que nunca faria isso, afirmou, mas não cuidou das expectativas incorretas que estavam em seu coração. E então, quando chegou o momento de se arriscar por Cristo, Pedro fracassou, e negou toda a sua história anterior com Jesus, afirmou três vezes que não o conhecia.

          Creio que em maior ou menor grau todos nós já fracassamos em nosso compromisso com Cristo. A primeira coisa que nos faz fracassar é quando seguimos Jesus de longe, assim como Pedro fez. Quando nos distanciamos da sua Presença, dos seus conselhos, e do seu sofrimento, nos tornamos grandes candidatos a negar a Cristo.

          Pedro fracassou em seu compromisso, e o pior de tudo foi quando Jesus encontra os olhos de Pedro, assim que o galo cantou. Olhar nos olhos de Jesus após negá-lo foi com certeza a experiência mais dolorosa da existência de Pedro, e naquele momento ele chorou amargamente, entendendo que seu fracasso era o fim da sua carreira de Apóstolo. E é sempre assim que nos sentimos, os nossos fracassos parecem ser o fim de tudo, o fracasso traz a sensação da morte.

 

Tentando Ser Normal

          A reação ao fracasso é a racionalização e o retorno ao que se fazia antes de fracassar.

          Pedro tentou ser “normal”, tentou voltar a ser o que era antes, um simples pescador, tentou viver como se aqueles três anos e meio não tivessem existido, mas logo ele descobriu que aquilo era impossível, descobriu que tinha perdido o jeito com a sua antiga ocupação, não conseguia pegar mais nem um peixinho.

          Muitos tentam viver uma vida normal após fracassarem na sua vida espiritual, e algo que tenho dito, é que aquele que se desvia do Senhor precisa fazer um esforço sobre-humano para tentar viver como se não soubesse tudo que sabe e fingir que não viveu tudo que viveu. Alguém que teve uma experiência com Cristo não consegue voltar a viver como se nada tivesse acontecido, não tem mais como ser “normal”, ao invés de tentar um retorno a uma vida comum, após o fracasso precisamos buscar um novo começo com Cristo!!!

 

Um Novo Começo (Jo 21:15-17)

          Mas Jesus é tão especial, que colocou na sua agenda pós ressurreição a restauração de Pedro.

          Ele se ocupou em preparar uma situação em que Pedro percebesse, que até para pescar ele dependia de Jesus. Reviveu uma pesca milagrosa como já tinha feito anos antes, para aumentar as saudades no coração de Pedro, era como se dissesse: “Lembra como era naquela época em que você andava comigo?”

          E finalmente Jesus lhe dá a esperança de Começar de Novo, depois de lhe mostrar que voltar ao que era antes não tinha mais nada a ver com ele, depois de lhe servir cozinhando para ele o que comer, Jesus lhe mostra que estava tudo de pé, para cada vez que Pedro o negou, Jesus lhe perguntou se ele o amava, três vezes. Para cada resposta afirmativa de Pedro sobre o seu amor declarado, Jesus lhe pede uma prova concreta de que isso era verdade: “cuide das minhas ovelhas”. E assim Jesus lhe mostra o seu perdão pelo fracasso que teve, e lhe dá uma nova chance de recomeçar, de ser o Apóstolo que Jesus esperava que ele fosse.

          Da mesma maneira o Senhor nos chama hoje para esse tempo de Começar de Novo, Ele está nos lembrando de como caminhávamos com Ele, de quantas vezes Ele nos fez o bem, Ele está aqui para nos servir, nos suprindo em todas as necessidades, e nos pergunta: “Você me ama de verdade? Então não importam os seus fracassos, somente o seu arrependimento e disposição em cuidar das minhas ovelhas, Eu estou aqui para te amar e te restaurar, Eu vim aqui para que você possa Começar de Novo!!!”

Pr. Jasinho

 

<< Mensagens Anteriores