Quem Vai Sobreviver

Mateus 7:24-29

“24 Assim, todo aquele que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem sábio, que construiu a sua casa sobre a rocha. 25 E caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e bateram com violência contra aquela casa, mas ela não caiu, pois tinha seus alicerces na rocha. 26 Pois, todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. 27 E caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e bateram com violência contra aquela casa, e ela desabou. E grande foi a sua ruína”. 28 Quando Jesus acabou de pronunciar estas palavras, estavam as multidões atônitas com o seu ensino. 29 Porque Ele as ensinava como quem tem autoridade, e não como os mestres da lei.”

 

Introdução

 Estamos debaixo de forte ataque, de todos os lados, e a estratégia de satanás é minar as nossas forças para neutralizar a igreja de Cristo.

No meio desse intenso combate espiritual, várias vezes o inimigo consegue neutralizar e ate matar espiritualmente a alguns dos nossos irmãos. Mas também existem aqueles que sobrepujam os ataques do diabo e permanecem inabaláveis na Presença de Deus. Qual a diferença então do primeiro para o segundo grupo de cristãos? O que faz uns sobreviverem e permanecerem espiritualmente, enquanto outros sucumbem e caem?

 

Os Que Ouvem e Praticam

Quando Jesus contou esta parábola dos dois fundamentos, Ele nos ensinou a primeira e principal característica daqueles que permanecem, daqueles que são rocha e não areia. E essa característica vital é ouvir e praticar suas Palavras.

Em todas as áreas de crescimento isso é uma verdade. Aqueles que põe em prática seus conhecimentos crescem sempre mais e mais rápido do que os que ficam somente na teoria. Mas isso só é uma verdade geral, porque em primeiro lugar é uma verdade espiritual.

O Senhor espera de nós que levemos a sério suas Palavras e que demos vida a elas por meio de praticá-las da forma mais literal possível, somente assim teremos uma geração sólida, edificada sobre a Rocha, pessoas que quando a Bíblia diz que é preciso ter uma vida de oração intensa, levam isso a sério, que quando a Bíblia diz que é preciso se santificar para ver a Deus, fazem exatamente isso, e assim por diante.

 

Chuvas, Enchentes e Ventos

Toda essa solidez que Jesus recomenda que busquemos é para que suportemos as chuvas, as enchentes e os ventos fortes que virão contra nós, de uma forma ou de outra.

Jesus não atribui somente aos que não praticam suas Palavras as situações difíceis da vida, mas antes Ele afirma que os que praticam também enfrentarão chuvas, enchentes e ventos nessa vida, quer seja por causa de seus próprios pecado, ou por perseguição por causa do Evangelho, ou ainda por causa de outras pessoas que têm acesso a nos prejudicar, temos que estar bem alicerçados para que possamos sobreviver espiritualmente em um mundo que jaz no maligno.

Temos vivido dias difíceis, dias terríveis, de muitos ataques, quem irá sobreviver? Aqueles que souberam construir sobre Cristo, a nossa Rocha.

 

Quem Está Conosco (Atos 1:14; 2:1)

Sempre que Deus faz algo extraordinário, é porque a Igreja uniu forças, e em unidade atraíram a Presença do Espírito Santo.

Em Atos 1:14 e 2:1, que precederam a descida do Espírito Santo sobre a Igreja, o que vemos é uma Igreja unânime em oração, unida e reunida num mesmo lugar. Esse sempre foi e sempre será o segredo de qualquer Avivamento em qualquer lugar do mundo.

Na convenção que fomos semana passada, algo que me impactou demais foi o testemunho do Bispo Oriel das Filipinas. Ele disse: Quando a Igreja se junta, algo pequeno se tornará algo grande.

Ninguém fará a obra de Deus sozinho, mas se nos unirmos e buscarmos juntos o fogo desse Avivamento, podemos atrair coisas inimagináveis para nossa cidade e nação.

Mas muitas vezes as pessoas ouvem estas. Palavras e não as praticam, são chamados, mas não comparecem às orações e iniciativas. Assim como nas Filipinas o chamado de um homem moveu muitas igrejas, que disseram: “Pastor estamos com você” e assim dizendo puderam alcançar 100 mil pessoas, da mesma forma se nos unirmos, podemos não somente sobreviver aos ataques do inimigo, mas conquistar a nossa geração para Cristo.

 

Quem Sobreviver Verá

Em João 6 vemos muitos discípulos de Jesus, que não sobreviveram à incredulidade e ao interesse próprio. Judas não sobreviveu à ganância e à infidelidade, e nos nossos dias vemos vários que também não têm perseverado até o fim.

Mas hoje o Senhor nos chama a ultrapassar os limites, nos unirmos aos nossos irmãos, guardar suas Palavras em nossos corações e termos alicerces inabaláveis e assim estarmos em sua Presença para ver a sua Glória se manifestar em nossa geração.

Se determine hoje a não ser como os discípulos que acharam as palavras de Jesus duras demais, não veja limites. Para a fidelidade, construa sua casa sobre a Rocha e juntos sobreviveremos aos violentos ataques do inimigo e renderemos essa geração ao nosso Senhor Jesus Cristo.

Pr. Jasinho

 

<< Mensagens Anteriores