Águas Que Saram

Ezequiel 47:8-9

“E ele me revelou: “Estas águas fluem para o Leste, em direção a região oriental e, descendo até a Arabá, ao vale do rio Jordão, chegando ao mar Morto, e ao entrarem nas águas salgadas, estas se tornam doces e saudáveis. Por onde passar o rio haverá todo tipo de animais e de peixes. Porquanto essas águas límpidas fluem para lá e saneiam as águas salgadas; de modo que onde o rio passar tudo ganhará vida.”

 

Introdução

          Hoje é um dia de cura para as nossas vidas, dia em que o Senhor derramará suas Águas que saram sobre nós.

          Por onde quer que essas Águas que fluem do Trono de Deus, debaixo do Altar passarem, tudo voltará a viver. Muitas vezes temos vivido sem esperança, sem a Graça, e parece que as nossas vidas são como as águas do Mar Morto, tão salgada, que nenhuma vida existe ali.

          O sal tem muitos significados importantes e tremendos em vários textos da Palavra de Deus, mas em outros o sal representa a esterilidade. O sal era jogado em terras de inimigos para que se tornassem estéreis, e o mar Morto é outro exemplo disso, pois sua concentração de sal é tão grande que o torna estéril, nenhuma vida existe nele.

          Na profecia do profeta Ezequiel, o Senhor usa esse exemplo para nos mostrar, que não há morte, que Ele não possa reverter, não há esterilidade que Ele não possa sarar, em qualquer área, suas Águas sempre poderão tornar as nossas saudáveis e Ele quer fazer isso hoje.

 

O Quanto Você Já Mergulhou?

          Se voltarmos um pouco no começo desse capitulo 47 de Ezequiel, veremos que essas Águas que Saram saiam debaixo do Altar no Templo do Senhor, e a primeira lição que temos que aprender então é que, para que essas Águas venham sobre nós, precisamos ter uma vida no Altar do Senhor, sacrificar diante dEle todas as nossas inclinações pecaminosas e renunciar a nossa vontade em detrimento da dEle. Quando agimos assim, as Águas começam a brotar por baixo do altar do nosso coração.

          Mas nos versos seguintes, vemos então que no curso dessas Águas, a profundidade começa a aumentar, e a cada mil côvados, que dá cerca de 500 metros, o profeta era levado a entrar nessas Águas. Primeiro a profundidade estava em seus tornozelos, mais 500 metros e estava em seus lombos, e então mais 500 metros à frente e estava tão profunda que não dava mais pé, e era necessário atravessar a nado.

          A pergunta hoje para nós é: Qual a profundidade do nosso Evangelho, quanto temos nos aprofundado em nossa busca por Ele?

          No primeiro estágio da jornada, as Águas dão nos tornozelos, é um estágio muito raso, um comprometimento muito superficial, nesse momento só se está molhando os pés.

          Muita gente passa anos estacionado nesse ponto da vida cristã, seu relacionamento com Cristo nada mais é do que experiências superficiais, ouvir uma palavra nos cultos ou na célula e pedir oração por motivos que ele mesmo nunca apresentou diante de Deus, e se alegrar quando conquista algo material.

          Depois o Senhor levou o profeta a contar mais 500 metros e a profundidade estava nos lombos. Essa profundidade representa o momento em que o Cristão começa a trabalhar para o Reino de Deus, uma vez que os lombos representam a região dos órgãos reprodutores, ou seja, representa o tempo em que começamos a gerar filhos espirituais.

          Algo interessante nessa ilustração é que ainda que o servo esteja dando frutos, ele ainda consegue manter seus pés no chão, ou seja, ainda tem o controle da sua própria vida. É por isso que vemos muitos que já serviram a Deus, já foram líderes e em um determinado momento se foram, porque as Águas ainda estavam nos lombos.

          Mas existe um momento em que o profeta é levado a Águas mais profundas, Águas que só se pode passar a nado. Nesse momento do nosso relacionamento com Deus, nossos pés já não tocam o chão, já não “dá mais pé”, o controle foge das nossas mãos e dependemos da correnteza do Espírito Santo para nos conduzir, é nesse momento que o nosso comprometimento com Cristo é total, quando dependemos somente dEle.

          A grande pergunta é até onde já mergulhamos nessas Águas e até onde queremos mergulhar?

 

As Águas Fluem Para o Leste

          Algo que se tornou um Rhema em meu coração meditando nessa Palavra, é que as Águas que saíam debaixo do Altar iam na direção Leste, ou Oriente. O Leste representa o sol nascente, e em momentos de muitas tribulações, senti que essas Águas Que Saram, nos levam na direção do nascer do sol, pois a Palavra nos ensina que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer. Quando amanhecer seremos sarados por essas Águas que representam o frescor do Espírito Santo, representam o novo dia, o novo tempo de Deus para nós.

          Quando vamos na direção do novo dia, todas as águas se tornam saudáveis e tudo em nós ganha vida novamente.

          As Águas do Rio de Deus querem nos levar na direção Leste, na direção de um novo dia, mas muitas vezes ficamos remando contra a correnteza do Rio na direção oposta, saímos do propósito, teimamos em nossos conceitos, e ficamos correndo contra o fuso horário de maneira que nunca amanhece.

          Deixe as Águas Que Saram te guiar na direção de um novo dia!!!

 

Tudo Ganhará Vida

          Nessa visão do profeta Ezequiel, ele vê que as Águas Que Saram vão fluindo até chegarem ao lugar onde a morte é mais presente, o Mar Morto. Nesse mar não existe peixe, nem qualquer outro tipo de vida, porque possui o dobro da concentração de sal dos oceanos, cerca de 33%.

          Como dissemos na introdução, o sal é símbolo de muitas coisas boas, como conservação e sabor, mas também representa em alguns contextos a esterilidade, como no caso do Mar Morto.

          Muitas vezes a nossa vida tem tido uma concentração de sal muito exagerada, são tantas aflições e pecados sem o devido arrependimento, que têm matado nossos sonhos, nossos projetos, até o nosso ânimo em fazer a obra de Deus como fazíamos anteriormente.

          Hoje o Senhor está nos chamando a nos jogar nessas Águas, nos arrependendo de todo desânimo e por tudo o que “salgou” a nossa vida nos tirando do propósito de Deus, pois por onde quer que passem essas Águas, tudo ganhará vida. Sua família ganhará vida, seus sonhos, suas células, seu ministério, nada mais será igual por onde quer que passem essas Águas!!!

          Essas Águas que representam o Espírito Santo, nos trarão de volta o lugar para lançar as nossas redes, a vida voltará, o Reino crescerá e veremos todas as promessas se cumprirem em nossa vida.

Pr. Jasinho

 

<< Mensagens Anteriores